ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

domingo, 3 de julho de 2011

PM MORRE E TRÊS FICAM FERIDOS EM ENFRENTAMENTO COM BANDIDOS FORTEMENTE ARMADOS

TIROTEIO EM SP: Um policial morre e três ficam feridos em troca de tiros com bandidos - 02/07/2011 às 14h54m. O Globo (opais@oglobo.com.br)- Com CBN e SP TV

SÃO PAULO - Um policial militar morreu e três ficaram feridos na madrugada desta sexta-feira em uma troca de tiros com bandidos em Santo André, no ABC paulista.

Os policiais foram chamados para checar o disparo do alarme de uma agência bancária na Avenida Dom Pedro II, Jardim, bairro de alta classa na cidade, por volta das 5h da madrugada. Quando chegaram no local foram recebidos a tiros pelos bandidos.

Os assaltantes estariam em pelo menos três carros, fortemente armados. Eles se posicionaram em pontos estratégicos, como os muros e o telhado do banco. O soldado Antônio Tomaz de Almeida, 38 anos, morreu baleado. Mais três ficaram feridos.

Um dos feridos disse que no momento em que os policiais chegaram para atender a ocorrência havia uma viatura da polícia civil no local. A Corregedoria da Polícia vai apurar a informação.

Os bandidos saíram sem levar nada. Ninguém foi preso até o momento.