ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

terça-feira, 5 de julho de 2011

MENDES RIBEIRO É CONTRA O PISO NACIONAL



Novo líder do governo é Emenda 29 e PEC 3000 - MONITOR MERCANTIL, 1/07/2011 - 22:07

Em sua primeira entrevista após ser convidado para assumir a liderança do governo no Congresso, o deputado Mendes Ribeiro (PMDB-RS) disse que não apóia a Emenda 29, que regulamenta o dinheiro a ser investido na Saúde, nem a PEC 300, que cria um piso nacional para os policiais. Mendes disse que a única orientação da presidente Dilma Rousseff foi para buscar o diálogo.

O novo líder do governo no Congresso é formado em direito. Ele iniciou sua vida política em 1982, quando foi eleito vereador em Porto Alegre, aos 28 anos. Também foi deputado estadual, secretário de Justiça, de Obras Públicas e chefe da Casa Civil do Rio Grande do Sul. Mendes Ribeiro está em seu quarto mandato como deputado federal.

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Não dá mais para acreditar em nada. Assim como seu pai, o político Mendes Ribeiro sempre era visto defendendo os interesses dos policiais e da segurança pública em suas manifestações de campanha e por este motivo era alvo da minha admiração e respeito. Não é possível que tenha mudado agora como líder do Governo Dilma. É, as pessoas não mudam, mas os políticos...

Vamos manifestar a ele diretamente a nossa inconformidade e tentar resgatar as promessas e manifestações antigas do Mendes Ribeiro.

http://www.mendesribeirofilho.com.br/home.php