ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

GREVE NA PM DA BAHIA ACIONA FNS E ALERTA EB

Militares da FNS vão ajudar na segurança pública de Salvador. Por causa da greve da PM, governo federal envia 1.250 homens à cidade. O GLOBO. 2/02/12 - 20h36

BRASÍLIA – O Ministério da Defesa informou nesta quinta-feira que 1.250 militares vão ajudar a manter a segurança em Salvador, na Bahia, por determinação da presidente Dilma Rousseff, devido à paralisação da Polícia Militar do Estado.

De acordo com o ministério, 50 militares da Força Nacional de Segurança chegam à capital baiana ainda nesta noite. Outros 750 militares do Exército também serão transportados para a cidade até sexta-feira pela Força Aérea Brasileira (FAB).

Segundo o Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, órgão do Ministério da Defesa encarregado de coordenar as operações, mais tropas do Exército poderão ser deslocadas para o local, caso haja necessidade de reforço na segurança.

Entre o final de dezembro e início de janeiro, uma greve de PMs e bombeiros no Ceará também exigiu a presença de tropas do Exército no patrulhamento das ruas e na prevenção de delitos.