ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

CENÁRIO DE GREVE PM: GOVERNADOR DO RS SE APROXIMA DA ABAMF


Aproximação. Com cenário de greve da PM em outros Estados, Tarso visita associação de servidores da BM. Governador viajou a Cidreira numa tentativa de estabelecer diálogo com os soldados da corporação - 10/02/2012 | 10h57

Em visita a colônia de férias da Associação Beneficente Antônio Mendes Filho (Abamf), entidade que representa servidores de nível médio da Brigada Militar, o governador Tarso Genro viajou a Cidreira, no Litoral Norte, em uma tentativa de se aproximar dos soldados da corporação representados pela entidade. Acompanhado do secretário da Segurança Pública, Airton Michels, e do comandante da BM, coronel Sérgio de Abreu, o governador participa da abertura da Copa Abamf de futebol.

A visita ocorre em meio a um cenário de greve de polícias militares nos estados da Bahia e do Rio de Janeiro. A intenção seria apaziguar os ânimos dos policiais enquanto decorrem as negociações salariais com o governo.