ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

BAHIA - PMS SÃO EMBOSCADOS EM ASSALTO. UM MORRE E OUTRO É FERIDO

Policial rodoviário é morto e PM fica ferido em emboscada em Camaçari. O policial rodoviário foi atingido por dois tiros nas costas e chegou a ser socorrido para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu -Da Redação, O CORREIO,07.02.2012 - às 8h40

Um policial rodoviário estadual foi morto na madrugada desta terça-feira (7) durante uma emboscada em frente à Universidade Estadual da Bahia (UNEB), em Camaçari, no km 4 da BA-512. Um policial militar também ficou ferido durante o atentado.

De acordo com a polícia, os dois militares retornavam de um povoado quando avistaram um carro parado na pista em um provável acidente. Eles pararam para dar socorro e foram surpreendidos por homens armados que anunciaram o assalto. Os criminosos atiraram contra os dois homens.

Conforme a PRE, o agente Carlos Luiz Leal de Souza, sediado na 1ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual, em Palmares, foi baleado duas vezes nas costas e chegou a ser socorrido para o Hospital Geral de Camaçari, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade médica.

Já o PM levou um tiro e também foi socorrido para o Hospital Geral de Camaçari, onde permanece internado. O estado de saúde dele ainda não foi divulgado pela unidade médica. Os assaltantes conseguiram fugir com as armas das vítimas, e até o momento ninguém foi identificado pela polícia.

Nas últimas 24 horas, as rodovias baianas registraram sete acidentes de trânsito com três vítimas fatais e duas pessoas feridas.