ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

TOMADA DO PODER


WANDERLEY SOARES, REDE PAMPA, O SUL, Porto Alegre, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011. 28/09/2011

Serviço de inteligência da Brigada descobre que duas bombas falsas não têm ligação com os mais baixos salários do País

Foram identificados pelas equipes do serviço de inteligência da Brigada Militar cinco PMs acusados de participarem de dois protestos que seriam contra os baixos salários na corporação. As ações do quinteto foram levadas a cabo com a utilização de bombas falsas, sendo que uma delas com um boneco paramentado com farda brigadiana, em Porto Alegre. Tais fatos ocorreram nas últimas semanas nas proximidades do Palácio Piratini, nas ruas Duque de Caxias e Fernando Machado. O boneco fardado apareceu enforcado no alto da escadaria do Viaduto Otávio Rocha, na Duque de Caxias. O segundo artefato assustador foi colocado num cinamomo a três passos de um posto da Brigada, na rua Fernando Machado. A investigação da Brigada Militar tem imagens captadas por câmeras de vídeo e relatos de testemunhas oculares. Segundo a versão oficial, as ações não têm ligação com a negociação salarial, mas são de cunho político partidário e direcionadas a abalar o comando da Brigada e, por consequência inevitável, o próprio governo, além de interesses relacionados às próximas eleições. No final de semana foi cumprido mandado judicial de busca e apreensão na casa de um dos acusados. Sigam-me

Preocupação

Numa primeira visão das investigações da inteligência da Brigada, como um humilde marquês, creio que o caso das bombas falsas está merecendo uma atenção do Ministério Público. Uma vez que tais artefatos estão relacionados com as próximas eleições, evidencia-se que um ou mais partidos políticos estão envolvidos numa operação inédita e criminosa no RS que é a de desestabilizar o poder constituído com pacotes assustadores e bonecos enforcados. O movimento vai além do protesto contra os mais baixos salários do País, pois visa à tomada do poder. Em minha torre, estou muito preocupado

Suspense em Passo Fundo

A família da PM Luane Chaves Lemes, 23 anos, desaparecida desde segunda-feira última, dia 19 último, passou a oferecer uma recompensa de R$ 5 mil em dinheiro e uma moto para quem der informações que levem ao paradeiro da moça. Luane estava no efetivo do 3 Regimento de Polícia Montada de Passo Fundo. O anúncio da recompensa foi feito ontem pelo advogado da família, que cobro

Cocaína

A Polícia Federal prendeu, ontem, um casal com 11 quilos de cocaína. A ação policial ocorreu na BR-386, em Passo Fundo. A droga estava escondida na lataria de uma caminhonete com placas de Bento Gonçalves

Bico

Em redes sociais da internet, a família brigadiana e, com mais ênfase, nas últimas semanas, os oficiais superiores, debatem as suas agruras. Um detalhe por demais preocupante, não obstante ser conhecido de todos os que prestam atenção na segurança pública, não sei se é o caso do governo, eu me permito destacar sem citar nomes, é claro. Um PM desabafou e disse que seu trabalho está garantindo suas latinhas abastecidas, o que é reforçado com o bico que faz na Brigada.