ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O PIOR SALÁRIO - CARTA ABERTA DOS OFICIAIS DA BRIGADA MILITAR

CARTA ABERTA AO GOVERNADOR E À POPULAÇÃO DO RIO GRANDE DO SUL - PORTAL DO GRUPO CENTAURO, 19/09/2011


A Associação dos Oficiais da Brigada Militar quer se manifestar em relação aos últimos acontecimentos de terrorismo que consta gestados por brigadianos.

Os bacharéis oficiais de Nível Superior da Brigada Militar, do Capitão ao Coronel, a unanimidade repudiam atos terroristas.

Nunca na história estivemos tão mobilizados em torno da indignação quanto à forma de tratamento discriminatório com relação as demais carreiras que exigem os mesmos pré-requisitos dos nossos oficiais.

Há como disse no seio de toda a oficialidade da ativa e da reserva uma “revolta” quanto a contrapartida que recebemos em função da nossa inequívoca utilidade para a SEGURANÇA DOS GAÚCHOS e GOVERNABILIDADE DO ESTADO.

Estamos mais do que nunca conscientes da força que tem os oficiais da Brigada enquanto categoria. Somos legalistas, disciplinados e ordeiros, não confundamos com conformistas e cordeiros.

Não participamos de nenhum movimento para ninar o Sr. Governador, para engambelar o Governador, muito menos para atacá-lo. Nosso movimento é de DESPERTA GOVERNADOR, ACORDA GOVERNADOR. Os oficiais são seus aliados, como sempre foram de todos os governadores, tanto na Legalidade de 1961, como em outros movimentos. A Brigada Militar está do lado do Governador. Trate o cérebro da instituição com dignidade e manterá sempre a nossa lealdade.

Não permita que partidos políticos venham a atacar nossos pilares básicos de hierarquia e disciplina, e mais, que tratamento desigual faça nos deprimir, com consequências indelevelmente maléficas a segurança do Povo do Rio Grande. Reiteramos ainda apoio aos pleitos da categoria de nível médio.

“SOMENTE QUEM ESTÁ DENTRO DO BARRIL É QUE SABE A ALTURA DA ÁGUA”.

José Riccardi Guimarães
Presidente da Associação dos Oficiais da Brigada Militar

Carta publicada no Portal da AsOfBM e nos órgãos de imprensa do RS.

O GRUPO CENTAURO se solidariza com o teor da carta da nossa Associação – AsOfBM - e reitera a sua destinação de ajudar a defender e fortalecer a carreira de Nível Superior.