ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

ACIDENTE EM PERSEGUIÇÃO - SGT MORRE NO HOSPITAL


HERÓI - Sargento da BM envolvido em acidente com viatura no Vale do Sinos morre após dois dias na UTI. Outro policial que estava no carro morreu no local da colisão. Álisson Coelho - ZERO HORA, 16/09/2011 | 11h10min

O sargento da Brigada Militar Nilton Cesar Soares Ourique, 36 anos, morreu na manhã desta sexta-feira, depois de dois dias internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Municipal de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos.

Ourique estava na viatura conduzida pelo soldado José Roberto Maus, que colidiu contra a mureta de proteção de um viaduto da rodovia Novo Hamburgo — Sapiranga (ERS-239) na tarde de quarta-feira.

O soldado morreu no local do acidente, já o sargento foi socorrido e ficou em coma induzido. Ele morreu às 9h15min desta sexta-feira.

Pertencentes à 4ª Companhia do 32º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Estância Velha, os policiais voltavam de Xangri-Lá, onde realizavam diligências referentes a um Inquérito Policial Milit