ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sábado, 27 de agosto de 2011

CONDENADOS PMs ENVOLVIDOS NO CASO DOS ENCAPUZADOS

CASO DOS ENCAPUZADOS. PMs condenados a 16 anos de prisão - ZERO HORA 27/08/2011

Depois de 17 horas, terminou ontem o julgamento dos 10 PMs suspeitos de envolvimento no caso dos encapuzados, em Uruguaiana, em que Francisco Gonçalves Filho, foi morto em 1995.

Quatro PMs foram condenados a 16 anos de prisão e outros dois a sete anos por tentativa de homicídio. Os seis podem recorrer em liberdade.

O restante dos policiais foi absolvido.

A vítima foi morta com 19 tiros ao ser confundida com Everaldo da Silva Santos, responsável pela morte de um policial militar.