ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sábado, 1 de outubro de 2011

QUANTO GANHAM OS DELEGADOS DE POLÍCIA CIVIL NO BRASIL?

Quanto ganham os delegados de Polícia Civil - ABORDAGEM POLICIAL.COM, 29/09/2011


O Portal Nacional dos Delegados do Brasil divulgou uma tabela com os salários iniciais dos delegados de polícia em todo o Brasil. Informação importante para que se faça uma comparação entre os estados, e para que outras categorias e classes de policiais possam analisar se o que ganham está proporcional ao salário dos delegados:

Utilizando a tabela inicial de subsídios e remunerações brutas de delegados de Polícia Civil em todo o Brasil, com pesquisa realizada junto à Adepol do Brasil e RHs das secretarias, demonstra-se a verdadeira situação financeiras das autoridades policiais. Obviamente que isso gera alguns erros de números, mas logo são questionados através de informações mais atuais fornecidas por colaboradores do portal. Você pode ser um também. Abaixo a tabela, novamente corrigida:

Distrito Federal – R$ 17.223,50
Mato Grosso – R$ 15.125,00
Paraná – R$ 11.779,56
Alagoas – R$ 11.000,00 (fim de carreira: R$ 19.900,00)
Amapá – R$ 10.816,00
Rio de Janeiro – R$ 10.690,11
Maranhão – R$ 10.162,76
Mato Grosso do Sul – R$ 9.919,00 (fim de carreira: R$ 19.900,00)
Rio Grande do Norte – R$ 9.900,00
Piauí – R$ 9.609,00
Tocantins – R$ 9.477,35
Roraima – R$ 8.800,00
Goiás – R$ 8.748,00
Bahia – R$ 8.472,00
Sergipe – R$ 8.469,00
Acre – R$ 8.000,00
Ceará – R$ 7.937,54
Rio Grande do Sul – R$ 7.094,98
Espírito Santo – R$ 6.961,81
Amazonas – R$ 6.743,94
Paraíba – R$ 6.200,00
Santa Catarina – R$ 6.200,00
Pernambuco – R$ 5.855,00
São Paulo – R$ 5.810,30
Minas Gerais – R$ 5.714,35
Pará – R$ 5.219,04

Informações atualizadas até 29 de setembro de 2011 com informações enviadas de delegados de suas origens e RHs respectivos.