ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sábado, 15 de outubro de 2011

ASSALTANTE DE JOALHERIA FOGE DO HOSPITAL

Assaltante de joalheria no Norte Shopping foge do Hospital Souza Aguiar. Jornal do Brasil online, 15/10/2011


Um dos criminosos que participou do assalto a uma joalheria no Norte Shopping, na última terça-feira, conseguiu fugir do Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, na madrugada de deste domingo. Durante o crime, um idoso de 74 anos morreu após ser baleado no pescoço.

O fugitivo é Paul Magno de Oliveira, de 18 anos, havia sido transferido para o Souza Aguiar com um ferimento no olho, após ser inicialmente internado no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. O criminoso conseguiu escapar por volta das 2h da manhã, mesmo recebendo a escolta de um policial militar, que foi levado para a 4ª DP (Central do Brasil) para prestar esclarecimentos.

De acordo com investigações da Polícia Civil, os assaltantes que atacaram o shopping são oriundos de comunidades do Complexo da Maré.