ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sábado, 26 de outubro de 2013

COMANDANTE DE ÁREA É AGREDIDO E TEM ARMA FURTADA POR MANIFESTANTES

ZERO HORA 26/10/2013 | 00h12

Protesto em SP tem depredações, 78 detidos e um coronel da PM é agredido. Coronel Reynaldo Simões Rossi teve a clavícula quebrada e muitas escoriações na região da face


Oficial da Polícia Militar foi socorrido e levado ao Hospital de ClínicasFoto: Alexandre Moreira / Brazil Photo Press/Folhapress


A Polícia Militar (PM) deteve 78 pessoas após manifestação pelo passe livre terminar em depredação de ônibus, caixas eletrônicos e cabines de venda de bilhetes no terminal Dom Pedro II. Os detidos foram encaminhados para o 78º Departamento de Polícia (DP) e para o 2º DP. Segundo a polícia, houve infiltração de criminosos entre os manifestantes. As informações são da assessoria de imprensa da PM.

O coronel da PM Reynaldo Simões Rossi, comandante do policiamento da área centro, foi agredido e teve roubada a pistola calibre 40 e o rádio comunicador. "O coronel PM Reynaldo teve a clavícula quebrada e muitas escoriações na região da face e cabeça, sendo socorrido ao Hospital das Clínicas junto com o auxiliar, que teve ferimentos e passa por atendimento médico", informou, em nota a PM. Em foto disponibilizada pela polícia, é possível ver uma pessoa mascarada batendo com uma madeira nas costas e na cabeça do coronel.

Além das ocorrências no terminal Dom Pedro II, houve registro de confronto entre manifestantes e policiais na Praça da Sé e nas ruas próximas. Bancos foram depredados. A Tropa de Choque chegou a disparar bombas de efeito moral. Manifestantes também depredaram a subprefeitura da Sé, na Rua Álvares Penteado. De acordo com a PM, algumas pessoas mascaradas roubaram cerca de R$ 1.500 de uma cabine do terminal Dom Pedro. Cerca de 15 caixas eletrônicos foram danificados.

A passeata organizada pelo Movimento Passe Livre começou pacificamente no Theatro Municipal, passou por ruas do centro antigo da cidade, pela Avenida Tiradentes e seguiu para o Terminal Dom Pedro, na Sé.


AGÊNCIA BRASIL

http://www.youtube.com/watch?v=SinXaoQ4omI