ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

GRANADAS E TIROS CONTRA POLICIAIS EM OPERAÇÃO SOCIAL NO RIO


Granadas e tiros em mais uma operação contra a cracolândia do Jacarezinho - O DIA ONLINE, 03/06/2011

Rio - Duas granadas foram jogadas contra policiais militares e muitos tiros foram disparados durante mais uma operação da Secretaria municipal de Assistência Social (SMAS) contra a cracolândia do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, na manhã desta sexta-feira. Esta é a primeira ação realizada após decisão judicial que torna compulsória a internação de menores e adolescentes que sejam recolhidos nas ruas (Protocolo de Abordagem Social).

A partir de agora, as crianças e adolescentes recolhidos das ruas terão de permanecer nos abrigos até que recebam autorização do Conselho Tutelar, da Vara de Infância e da Juventude e dos pais para deixar os centros de reabilitação. Outra condição para que saiam, de acordo com o secretário de Assistência Social, Rodrigo Bethlem, é que sejam identificados e desintoxicados.

A ação desencadeada pela Prefeitura contou com o apoio de PMs do 3º Batalhão (Méier), Guarda Municipal e policiais civis e teve como objetivo recolher pessoas e apreender materiais usados no consumo de drogas na região. Nesta sexta-feira, 53 adultos e 16 adolescentes foram recolhidos da cracolândia. Entre os menores, nove tinham menos de 15 anos.

A SMAS informou que com as pessoas recolhidas foram apreendidos dez cachimbos, mais de 20 facas, um cutelo, vários estiletes, documentos e pedras de crack. Todos os adolescentes foram levados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente e, após uma triagem, serão levados para abrigos em Laranjeiras, na Zona Sul, e Guaratiba, na Zona Oeste.

Início complicado para a operação

PMs enfrentaram traficantes antes da entrada dos agentes da Prefeitura no Jacarezinho. Um blindado tomou a frente para abrir o caminho e foi recebeido a tiros. Duas granadas foram atiradas contra os policiais, explodiram e um homem ficou ferido - ele foi levado para o Hospital Salgado Filho. Seu estado de saúde é desconhecido.

De acordo com secretário Benthlem, até o fim de 2011 mais quatro abrigos serão construídos. No total, outras 250 vagas serão abertas para receber os jovens que vivem em cracolândias ou mesmo nas ruas. Desde o dia 31 de março, 760 pessoas foram retiradas (591 adultos e 169 crianças e adolescentes).

Operações para recolhimento de pessoas das ruas

31/03 - Morro do Cajueiro - 83 pessoas retiradas das ruas (75 adultos e 8 crianças e adolescentes)

29/04 - Lapa - 66 pessoas (22 adultos e 44 crianças e adolescentes)

02/05 - Morro do Cajueiro - 85 pessoas (71 adultos e 14 crianças e adolescentes)

05/05 - Ceasa - 58 pessoas (57 adultos e 1 crianças e adolescentes)

06/05 - Jacarezinho - 87 pessoas (73 adultos e 14 crianças e adolescentes)

09/05 - Zona Sul - 52 pessoas (33 adultos e 19 crianças e adolescentes)

12/05 - Jacarezinho - 101 pessoas (80 adultos e 21 crianças e adolescentes)

19/05 - Centro da cidade– 83 pessoas (67 adultos e 16 crianças e adolescentes)

25/05 - Jacarezinho - 76 pessoas (60 adultos e 16 crianças e adolescentes)

03/06 - Jacarezinho - 69 pessoas (53 adultos e 16 crianças e adolescentes)