ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

ABORDAGEM, RISCO DE VIDA E PRISÃO DE ASSALTANTES


Trio é preso na Capital após assalto frustrado. Assaltantes foram presos pela BM após fugirem em um Uno - ZERO HORA ONLINE 17/06/2011

Após tentarem assaltar a loja de eletroeletrônicos Ponto Frio localizada na Avenida Azenha, em Porto Alegre, três homens foram presos na manhã desta sexta-feira.

Em um carro Uno eles fugiram pela Avenida João Pessoa, mas acabaram interceptados por policiais do 9° Batalhão da Brigada Militar nas imediações da Redenção.

O trio foi detido na Avenida Paulo Gama, em frente à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). A ação para capturar os suspeitos contou com o helicóptero do Batalhão de Aviação da BM.

De acordo com a Brigada Militar, os suspeitos — todos com antecedentes criminais — chegaram ao estabelecimento e anunciaram o roubo. Porém, por causa da movimentação no local, teriam abortado o plano e fugido.