ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

ENGOLINDO LISTA DE PROPINA

SP: delegados suspeitos de engolir lista de propina são presos - 04/02/2011, Hoje às 9h15 - Atualizada hoje às 9h17

SÃO PAULO - A Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo prendeu na quinta-feira dois delegados suspeitos de ter engolido uma lista com pagamentos de propina encontrada minutos antes na delegacia por agentes da Divisão de Operações Policiais (DOP). Segundo a Folha de S. Paulo, o delegado titular do 42º DP (Parque São Lucas), Eliton Martinelli, e o assistente, Flávio Afonso da Costa, foram autuados por possível supressão de documentos.

A polícia investiga se agentes estariam recolhendo propina de comerciantes da região envolvidos em atividades ilícitas.

Durante a vistoria na delegacia, os policiais da DOP encontraram em um carro uma lista com nomes e valores, que foi levada aos delegados. Os investigadores deixaram a sala do titular e, quando voltaram, o documento havia sumido.