ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sábado, 18 de agosto de 2012

RS APOSENTA DE FORMA COMPULSÓRIA 20 DELEGADOS

ZERO HORA ONLINE 17/08/2012 | 21h08

Estado determina aposentadoria compulsória de 20 delegados. Policiais com mais de 65 anos trabalhavam em nove delegacias do Interior e 11 da Capital e Região Metropolitana

Letícia Costa

O Diário Oficial do Estado divulgou nesta sexta-feira a determinação da aposentadoria compulsória de 20 delegados de polícia do Estado, com idade entre 65 e 70 anos. Segundo o chefe de Polícia, delegado Ranolfo Vieira Junior, 42 policiais, entre delegados, comissários, escrivães e investigadores já alcançaram o limite de idade permitido ao serviço público.

Vieira explica que, em julho, quando foram informados da decisão, 18 delegados entraram com mandado de segurança contrariando a determinação, mas não tiveram os pedidos aceitos pela Justiça. Dos 20 delegados obrigados a deixar o trabalho, nove atuavam no Interior e 11 na Capital e Região Metropolitana.

— Vamos fazer um remanejo de delegados nos próximos dias para as delegacias mais importantes, mas todas estão com algum responsável pela área — explica o chefe de Polícia.

Atualmente, 87 pessoas aprovadas em concurso aguardam o início do curso de formação para delegado.

PARA LEMBRAR

ZERO HORA 21/07/2012 | 00h28 - Carlos Wagner - A decisão do governo do Estado de pôr em prática a aposentadoria compulsória aos 65 anos abriu um foco de discórdia na Polícia Civil, com troca de farpas entre delegados da velha e da nova gerações.