ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

TRABALHO DE RISCO

zero hora 28/06/2012

 

PM sofre acidente grave em perseguição


O policial militar Jeferson Rubin, 24 anos, foi internado em estado grave após sofrer um acidente às 11h30min de ontem durante perseguição a dois assaltantes que roubaram pouco mais de R$ 6 mil de uma lotérica em Lajeado, no Vale do Taquari.

Segundo a BM, a colisão aconteceu quando ele cruzava a rodovia Lajeado-Soledade (BR-386) em uma moto da corporação e foi atingido por uma caminhonete.

Rubin foi encaminhado ao Hospital Bruno Born, em Lajeado, onde permanecia internado até o início da noite de ontem. O motorista da caminhonete não ficou ferido.

Dois suspeitos foram presos em flagrante, com o dinheiro roubado.

Na noite de terça-feira, uma PM foi baleada no pé esquerdo, após trocar tiros com bandidos que assaltaram uma joalheria de Taquara. Ela não corre risco de vida.