ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

JOVEM TRAFICANTE MORRE EM CONFRONTO COM A POLÍCIA

 
Suspeito de tráfico - ZERO HORA, 06/06/2012 | 01h41

Jovem é morto em confronto com a Brigada Militar em Porto Alegre

Douglas William Marques Moraes, 20 anos, estava no bairro Agronomia


Um jovem de 20 anos identificado como Douglas William Marques Moraes foi morto na noite desta terça-feira em Porto Alegre. Conforme a Brigada Militar, ele entrou em confronto com policiais em um ponto de tráfico de drogas. O fato aconteceu por volta das 21h30min, na Estrada Antônio José Santana, bairro Agronomia.

Moraes foi baleado e encaminhado ao Hospital São Lucas da PUCRS, mas não resistiu e morreu enquanto era atendido. Ele tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas.

De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), conhecidos da vítima foram ao hospital após o incidente. Uma das pessoas, que também se envolveu no confronto com os policiais, conforme a BM, estava baleada na mão. Também foram encontradas drogas no veículo.

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Este fato mostra o quanto os jovens estão envolvidos como vapozeiro e soldados do tráfico. E ainda querem liberar a venda de drogas no varejo. Mais jovens ficarão dependendes, aliciados e mortos pelas leis do tráfico e no confronto com as polícias.  Este rapaz já tinha sido passagens na polícia até que um dia ousou reagir estimulado pela impunidade. Os governantes de NY-EUA tinham toda a razão ao fortalecer as leis, a justiça e a polícia contra os crimes "menores" (tolerância zero), pois é alí que nasce o estímulo para reagir contra a polícia e cometer os grande crimes