ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sábado, 31 de agosto de 2013

A ESCURIDÃO DOS FORTES

CONEXÃO REPÓRTER SBT - ROBERTO CABRINI




A Escuridão dos Fortes



Conexão Repórter desta quinta, 29 de agosto, apresentou o documentário "A Escuridão dos Fortes". Roberto Cabrini mostrou a história de policiais que sucumbiram à pressão e se entregaram ao vício do álcool e das drogas. E, em casos extremos, chegaram ao suicídio.



Por meio de depoimentos contundentes, apresentamos uma realidade que costuma ser escondida da sociedade. Histórias que durante muito tempo foram ocultadas mantidas como tabu, assunto terminantemente proibido.



O documentário também revela como criminosos estão executando policiais militares nas horas de folga, no momento em que os profissionais estão desprotegidos. Nesta inversão de papéis, em que o policial passou de caçador à caça, insegurança e ações arbitrárias.



Uma profissão de alto risco, em que não são poucos os que morrem em combate e viram apenas números em estatísticas.