ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sábado, 1 de março de 2014

TROPA NINJA SOB EXPORTAÇÃO

O ESTADO DE S.PAULO, 28 de fevereiro de 2014 | 21h 23

Ministério pede que SP ‘exporte’ tropa ninja antiprotesto. Grella e Alckmin participaram de reunião com Cardozo; protesto contra Copa na capital teve 230 presos


Ricardo Della Coletta e Débora Álvares


O Ministério da Justiça pediu ao governo de São Paulo que a estratégia adotada pela polícia paulista para isolar black blocs em manifestações - a chamada "tropa ninja" - seja repassada a outros Estados. A informação é do Secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella Vieira. Ele e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) participaram, em Brasília, de uma reunião com ministros sobre o esquema de segurança na Copa do Mundo de Futebol.



Epitácio Pessoa/Estadão
Tropa ninja isola manifestantes durante protesto em São Paulo

"Houve uma solicitação por parte do ministério (da Justiça) para que façamos uma reunião para transmitir essa experiência a outros Estados, tendo em vista os bons resultados", disse Grella. "Nós nos colocamos à disposição para nos reunirmos com outros Estados, para que os comandantes que planejaram essa ação transmitam o planejamento, a forma de operação e a estratégia para utilizá-la", afirmou o secretário.

O encontro aconteceu na manhã desta sexta-feira no Palácio do Planalto, em Brasília. Estavam presentes os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo; dos Esportes, Aldo Rebelo; e da Defesa, Celso Amorim. Nele, o governador e os ministros também conversaram sobre questões de escolta e o deslocamento de delegações pela cidade.

Ao fim da reunião, Alckmin destacou que a estratégia da "tropa ninja" foi bem recebida pelo governo federal - o ministro Cardozo já havia se manifestado no sentido de que a tática poderia ser replicada em outros locais. "Conversamos sobre a nossa experiência há duas semanas, que foi muito exitosa por parte da PM", disse o governador. "Diminuiu a depredação e diminuiu o confronto com a estratégia de isolamento de mascarados, que foi muito bem-sucedida."

Prisões. O protesto contra gastos públicos na Copa do Mundo, há uma semana, reuniu mais de 2 mil manifestantes e a PM paulista deteve 262 pessoas, o maior saldo de prisões nas ruas desde junho.