ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

MORTO POR COLEGA DE CELA EM DELEGACIA DE POLÍCIA

ZERO HORA 11/02/2014 | 01h02

Homem é espancado até a morte por colega de cela em delegacia no sul do Estado. Criminoso não soube explicar a motivação do crime


Durante a madrugada de segunda-feira, um trabalhar rural foi espancado e morto por um colega de cela na delegacia da polícia civil em Santa Vitória do Palmar, no sul do Estado.

De acordo com a polícia, o crime ocorreu por volta das 2h15min. A vítima, Ailson Lemos Alves, um trabalhar rural de 42 anos, havia sido preso por embriaguez no início da noite. O autor do crime, Crisciano dos Santos, 26, foi colocado no início da madrugada na mesma cela de Alves, depois de invadir o hospital Santa Casa de Misericórdia da cidade e ameaçar as enfermeiras. Pouco de tempo depois, sem a presença de policiais, Santos começou a bater no colega de cela até a morte.

Segundo a Polícia Civil, os dois homens não se conheciam. O criminoso, que não soube explicar a motivação do crime, foi autuado em flagrante por homicídio e encaminhado para o presídio Estadual de Santa Vitória do Palmar.