ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

PERSEGUIÇÃO, TIROTEIO E RISCO DE MORTE


PORTO ALEGRE - Tiroteio na Capital. Assaltantes roubam posto de combustíveis, trocam tiros com a polícia e acabam baleados após perseguição. Quatro jovens levaram dinheiro de estabelecimento da Avenida Assis Brasil, mas foram detidos pela BM em seguida - ZERO HORA ONLINE, 19/01/2012 | 07h37

Um assalto a um posto de combustível na madrugada desta quinta-feira, na zona norte de Porto Alegre, acabou com três homens baleados. Por volta de 1h30min, quatro jovens em um Monza invadiram o estabelecimento na Avenida Assis Brasil, onde renderam dois frentistas e um policial militar. Eles teriam roubado a arma do PM e o dinheiro do cofre do posto. Em seguida, voltaram ao carro e fugiram em direção a Alvorada. O 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM) foi acionado e duas viaturas iniciaram perseguição aos assaltantes na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia.

Segundo a Brigada Militar (BM), ao tentarem a abordagem, os suspeitos teriam começado a disparar contra os veículos da polícia. O tiroteio continuou até a altura do número 4.700, quando os PMs atiraram nos pneus do Monza, que subiu a calçada e parou. Baleados, três dos assaltantes foram encaminhados ao Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre e ao Cristo Redentor em estado regular. O quarto também ficou ferido em decorrência do acidente. O grupo foi identificado como Andrius Prates dos Santos, 18 anos, Maicon da Silva Gheller, 23 anos, Davson Wilson Brega Oliveira, 18 anos, e um menor, que deve ser encaminhado à Delegacia de Polícia para Crianças e Adolescentes (Deca).


ROSÁRIO DO SUL - MADRUGADA AGITADA. Perseguição e tiros em rodovia gaúcha - ZERO HORA 19/01/2012

A madrugada de ontem foi agitada para a Polícia Rodoviária Federal de Rosário do Sul. Os policiais participaram de uma perseguição, atiraram contra fugitivos, detiveram um deles e ainda apreenderam dois carros e 29 pacotes de cigarros contrabandeados. Por volta das 5h40min, um Vectra e um Jetta furaram um bloqueio na rodovia Uruguaiana-Porto Alegre (BR-290). Os policiais atiraram contra os pneus, forçando-os a parar. O motorista do Vectra foi levado à Polícia Civil, onde depôs e acabou liberado. O condutor do Jetta não foi localizado.

PORTO ALEGRE - FUGA DESASTRADA. Bandido capota táxi após assalto

Um assaltante foi preso no final da noite de terça-feira, depois de roubar um táxi na Avenida Azenha, em Porto Alegre. O veículo foi localizado em Viamão e, depois de ser perseguido pela Brigada Militar, acabou capotando o carro. O suspeito, de 24 anos, foi encaminhado ao Hospital de Viamão com ferimentos leves e autuado em flagrante. Com o taxista feito refém, o jovem levou o veículo até a parada 40 de Viamão. Como o carro estava equipado com rastreador, a BM passou a monitorar os seus movimentos.

CANOAS - Em flagrante. Dupla é presa durante assalto a banco em Canoas. Grupo aproveitou obra em agência para tentar roubar caixas eletrônicos

Dois homens foram presos enquanto roubavam caixas eletrônicos em um banco no centro de Canoas, na Região Metropolitana. Conforme a Brigada Militar BM), uma quadrilha — pelo menos outros dois criminosos teriam fugido do local — aproveitou que a agência bancária do Itaú da Rua Tiradentes estava em obras para invadir o local e render pelo menos sete operários e um vigia. Após amarrar os trabalhadores, eles tentavam roubar os caixas eletrônicos quando três viaturas da BM chegaram ao local, a partir de uma denúncia anônima, pouco antes da 0h desta quinta-feira. Os dois assaltantes que não conseguiram fugir não resistiram à prisão e foram encaminhados à 1ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Canoas. De acordo com a polícia, ninguém ficou ferido na ação.