ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

terça-feira, 22 de maio de 2012

POLICIAL APOSENTADO É TORTURADO E MORTO

 
ZERO HORA, Crime bárbaro - 22/05/2012 | 09h43

Policial aposentado é torturado e morto em Cachoeirinha. Ari Schuck, 60 anos, teve um dedo da mão amputado e morreu asfixiado por um cinto


Um policial civil aposentado foi torturado e morto dentro de casa na madrugada desta terça-feira em Cachoeirinha, na Região Metropolitana.

Segundo a Brigada Militar, por volta de 2h, dois homens invadiram a residência onde Ari Schuck, 60 anos, morava com a mulher no bairro Parque Silveira Martins, enquanto o casal dormia. A mulher teria sido amarrada a uma cadeira na cozinha enquanto Schuck era torturado no quarto. O aposentado teve um dedo da mão amputado e morreu asfixiado por um cinto.

A mulher de Schuck não ficou ferida e a dupla fugiu sem levar o dinheiro que o casal guardava em casa. Cogita-se que uma arma possa ter sido roubada, mas a informação não foi confirmada. A 1ª Delegacia de Polícia de Cachoerinha investiga o caso.