ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

terça-feira, 30 de julho de 2013

SOLDADO DA BM É AGREDIDO E AMARRADO EM ASSALTO

25 de julho de 2013 | N° 17502

ALVO À PAISANA

Um policial militar de 25 anos foi assaltado quando estava em seu veículo, com a namorada, estacionado na Rua Colônia Monge, em Rolante. Três jovens em um Chevette branco se aproximaram do Gol vermelho de Silemar Régis Sziminski pedindo informações e logo anunciaram o assalto.

O soldado estava à paisana. O bando roubou uma pequena quantia em dinheiro, celulares, além da pistola Taurus .40, usada pela Brigada Militar. O crime aconteceu às 23h50min de terça-feira.

Sziminski foi amarrado pelas mãos no porta-malas de seu carro. Atado, ele levou socos e chutes dos três criminosos. O policial se identificou como militar do Exército durante o assalto. A quadrilha, de Novo Hamburgo, fugiu em direção à ERS-239, quando foi localizada pela polícia, após receber um chamado do soldado, que conseguiu desatar-se das cordas e correu para a casa de moradores da área para chamar os seus colegas.

Na perseguição, os bandidos atiraram contra uma viatura da Brigada Militar. Em Taquara, o bando perdeu o controle do veículo e capotou. Policiais levaram os criminosos para o Hospital Bom Jesus, em Taquara.

A Polícia Civil suspeita que o trio sabia que Sziminski era policial.

– Tudo indica que eles praticaram o crime para roubar a arma do PM – afirmou o delegado Rosalino Constante Seara.