ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

terça-feira, 9 de julho de 2013

CAMINHÕES COM CANHÕES DE ÁGUA PARA DISPERSAR MULTIDÕES

FOLHA.COM 09/07/2013 - 16h16

PM vai comprar caminhões com canhões de água para dispersar multidões

DE SÃO PAULO


A Polícia Militar de São Paulo vai comprar caminhões equipados com canhões de jato de água e de tinta, utilizados para dispersar multidões.

Segundo reportagem do jornal "O Estado de São Paulo", a compra quatro veículos do tipo "riot control" (controle de tumulto) são parte de uma licitação internacional para aquisição de equipamentos, anunciada pelo comandante-geral da PM, Benedito Roberto Meira.

Segundo Meira, a ideia é ter os caminhões para a Copa do Mundo, em 2014, para o caso de acontecerem novas manifestações. A PM confirmou que o edital está em elaboração, mas ainda não tem data definida para lançá-lo.

Alternativa às bombas de gás lacrimogêneo (embora possa dispará-las), o equipamento lança também jatos de água com tinta para colorir a roupa dos manifestantes, facilitando a identificação dos que se envolvem com violência.

De acordo com a reportagem, serão gastos U$ 30 milhões (R$ 67 milhões) na concorrência, que incluirá a aquisição de carros blindados para a Tropa de Choque, cartucheiras calibre 12 para incursões aéreas consideradas de risco, e dois robôs programados para desarmar bombas.

A técnica de dispersão com canhões de água foi bastante utilizada nas recentes manifestações populares na Turquia. Segundo o coronel, nenhuma PM brasileira tem os caminhões especiais.

Gero Breloer/Associated Press

Caminhão da polícia com canhão de água utlizado para dispersar manifestantes na Turquia