ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

TIROTEIO: BALA PERDIDA MATA MENINA DE 8 ANOS

FOLHA.COM 07/12/2012 - 03h38

VILA VELHA, ES - Menina de 8 anos morre atingida por bala perdida


DE SÃO PAULO

Ana Carolina da Silva Ferreira Xavier, 8, morreu na noite de anteontem atingida por uma bala perdida durante troca de tiros entre policiais militares e suspeitos de roubar um veículo, em Vila Velha, no Espírito Santo.

Na mesma noite, vizinhos da criança atearam fogo num micro-ônibus e num caminhão na principal via do bairro Ilha da Conceição, em protesto contra o episódio.

A menina foi levada a um hospital, mas não resistiu.

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Militar informou que o caso já está sendo investigado, mas não revelou em qual parte do corpo a menina foi atingida.

Os policiais envolvidos foram afastados, mas ainda não foi confirmado quem disparou o tiro que acertou Ana Carolina.

O major Rogério Fernandes Lima, subcomandante do 4º Batalhão, disse que os policiais receberam informações sobre o roubo de um veículo na região e, fazendo a busca, encontraram o carro com quatro adolescentes.

Os policiais, ainda segundo o major, solicitaram reforço, mas os adolescentes logo começaram a atirar.

Após, troca de tiros, os jovens foram apreendidos. A polícia encontrou dentro do veículo que eles estavam duas armas e duas cápsulas de munição. 

(CAROLINA DE ANDRADE)