ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

domingo, 9 de dezembro de 2012

DE FOLGA, SOLDADO DA BM É MORTO A TIROS

Do G1 RS 09/12/2012 13h47

Soldado da Brigada Militar é morto a tiros em Pelotas, RS

Homem de 33 anos foi atingido no peito na madrugada deste domingo. Ele estava de folga no horário; caso será investigado pela Polícia Civil e BM.

Um soldado da Brigada Militar de 33 anos foi morto a tiros no início da manhã deste domingo (09) em Pelotas, no Sul do Rio Grande do Sul. O homem foi encontrado morto por volta das 5h30 próximo à sua residência, no bairro Areal.

Conforme a Brigada Militar, o soldado não estava de serviço no horário. Ele teria sido baleado após retornar de uma festa com um amigo. Testemunhas ouviram os disparos e acionaram a polícia, mas o soldado não resistiu ao ferimento. O tiro atingiu o peito do homem. O caso será investigado pela Polícia Civil e também pela Brigada Militar. Até o momento, ninguém foi preso.