ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sábado, 3 de novembro de 2012

15 DISPAROS CONTRA BASE PM EM FLORIPA


ZERO HORA 03/11/2012 | 08h08

Base da PM é atingida por 15 disparos durante a madrugada na região continental de Florianópolis. Atentado aconteceu por volta das 5h e havia policiais no posto

Ângela Bastos


O posto da Polícia Militar, base da Vila Aparecida, na região continental de Florianópolis, foi atingido por 15 disparos. O atentado ocorreu por volta das 5h deste sábado. Policiais que estavam no local não se feriram.

Informações iniciais dão conta que são quatro suspeitos. A ação seria uma represália a ações policiais na região. O atentado acontece no momento de tensão nas polícias, inclusive com o assassinato de uma agente penitenciária, na noite do dia 26.

Durante a semana, ameaças contra policiais civis geraram intensa mobilização da Polícia Civil. Especialmente entre a noite de quarta-feira e a manhã de quinta-feira, na Grande Florianópolis.

Houve operações na área da 2ª Delegacia de Polícia, no Bairro Barreiros, em São José; e na da 4ª Delegacia de Polícia, em Coqueiros, na Capital, Mas nenhum atentado se confirmou.

O posto atingido nesta madrugada fica na Rua da Fonte. No local foram encontradas dez cápsulas disparadas de uma arma calibre 38.

A assessoria de Comunicação social da Polícia Militar informou que o comando está no aguardo de um relatório do 22º Batalhão, responsável pela área, para emitir uma posição oficial sobre o ocorrido.


DIÁRIO CATARINENSE

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Este é o retrato da insegurança no Brasil. Enquanto os representantes do povo no Congresso se preocupam em trabalhar apenas 3 dias por semana e produzir leis como a Lei da Impunidade, os eleitores, os policiais e os juízes coativos estão sendo submetidos às ameaças e aos atentados que tiram vidas, saqueiam o patrimônio, inibem a autoridade, ditam as regras e fortalecem o poder do crime.