ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

JUSTIÇA DECLARA ILEGAL GREVE DA PMPE

Do G1 PE 15/05/2014 12h56


Justiça decreta ilegalidade da greve da Polícia Militar em Pernambuco. Multa para cada dia de paralisação é de R$ 100 mil. Foram detidas 15 pessoas por saques e invasões em Abreu e Lima.



O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decretou a ilegalidade da greve da Polícia Militar em Pernambuco, que começou na última terça (13). O decreto saiu na noite da quarta-feira (14). A multa prevista para a categoria será de R$ 100 mil por dia de paralisação, segundo o Governo de estado. A ordem é para que os policiais militares voltem ao trabalho imediatamente.

A ação pedindo a decretação de abusividade e ilegalidade da greve foi feita pela Procuradoria-Geral do estado e analisada pelo desembargador Frederico Neves, do TJPE. Ainda de acordo com o Governo, a partir das 10h, as tropas da Força Nacional de Segurança Pública estarão nas ruas do Recife e Região Metropolitana para fazer a segurança local. O Diário Oficial da União publicou uma portaria na quarta-feira (14) que autoriza o uso da Força Nacional em Pernambuco.

Nota do Governo

Em nota oficial, o Governo de Pernambuco afirmou que o reajuste salarial de 14,55% dado a todos os policiais e bombeiros militares representa, aproximadamente, três vezes a inflação do período. Segundo o Governo, a greve foi decretada antes que a reunião da negociação fosse concluída na última terça. Confira abaixo trecho da nota oficial:

“Diante do exposto, o Governo do Estado, com o objetivo de garantir a segurança da população, decidiu tomar as seguintes medidas:
- Solicitar a decretação da ilegalidade e abusividade da greve perante a Justiça Estadual;
- Solicitar a decretação da ilegalidade da greve perante o Supremo Tribunal Federal;
- Solicitar o apoio da Força Nacional de Segurança Pública e a autorização para o emprego da Forças Armadas para Garantia da Lei e da Ordem.
Neste contexto, o Governo do Estado vem perante a sociedade pernambucana, reiterar o seu compromisso em manter o diálogo permanente e tomar todas as providências necessárias para garantir a segurança da população”

Lojas saqueadas em Abreu e Lima

Entre o período da noite da quarta até a manhã da quinta (15), 15 pessoas foram detidas nos saques e invasões de lojas em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, pela Central de Flagrantes da Polícia Civil. Outra pessoa foi detida porque portava uma arma sem autorização. O grupo está prestando depoimento na Central e será encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), também em Abreu e Lima.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Companhia Independente de Operações e Sobrevivência na Área de Caatinga (Ciosac) e a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil, foram os responsáveis pela prisão do grupo. Moradores do município afirmam que muitas casas foram saqueadas por pessoas da comunidade.

A Prefeitura de Abreu e Lima decretou ponto facultativo para os servidores durante esta quinta, por causa da insegurança causada pela greve dos PMs. Na quarta-feira, dia dos saques, a cidade comemorou 32 anos - foi feriado.

FOTOS
http://g1.globo.com/pernambuco/fotos/2014/05/fotos-greve-da-policia-militar-de-pernambuco.html