ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quinta-feira, 8 de maio de 2014

ATAQUE À DESTACAMENTO DA BRIGADA MILITAR DEIXA SARGENTO FERIDO


DIÁRIO GAÚCHO 08/05/2014 | 09h26

Policial fica ferido em ataque a posto da BM em Coxilha. PRE acredita que foi uma tentativa de roubar armas e coletes à prova de balas



Por volta das 22h de quarta-feira, dois homens chegaram de carro no posto da Brigada Militar de Coxilha, no norte do Estado. Um dos homens, Cristiano da Silva Machado, entrou no posto pedindo informações e, com uma arma de choque, atingiu o braço do policial, identificado como sargento Adalberto, que estava no plantão.

Na briga, Machado, 34 anos, tomou a arma do sargento e correu para fora do local. Adalberto saiu do posto com uma espingarda calibre 12. Os trocaram tiros e o sargento foi atingido de raspão na testa.

A dupla fugiu da cidade, mas foi presa uma hora depois pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Passo Fundo na saída da BR-285, em direção a Carazinho. A arma foi recuperada e ambos foram presos em flagrante.

O objetivo, segundo a PRE, era roubar as armas e os coletes à prova de balas para vender.