ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

domingo, 13 de janeiro de 2013

PM FERIDO EM CONFRONTO COM BANDIDOS ENVOLVIDOS EM CHACINA


ZERO HORA ONLINE 13/01/2013 | 08h27

CACHOEIRINHA - Criminosos assassinam quatro pessoas e trocam tiros com a Brigada Militar em Cachoeirinha. Junto com os dois bandidos presos, foi apreendido fardamento da Polícia. Outros dois criminosos estão foragidos e um PM foi baleado no confronto


O crime ocorreu por volta da meia-noite deste domingo
Foto: Dani Barcellos,Especial / Agencia RBS

Quatro pessoas foram assassinadas no início da madrugada deste domingo emCachoeirinha, na Região Metropolitana. Segundo o Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) da Brigada Militar, por volta da meia-noite, um grupo invadiu uma residência na vila Anair, portando, entre outras armas, um fuzil e disparou contra as vítimas. Uma delas chegou a ser socorrida no hospital de Gravataí, mas não resistiu aos ferimentos. O crime ocorreu na Avenida Cristóvão Colombo.

Uma viatura da polícia cruzou com os bandidos, que estava em um Focus roubado, e houve troca de tiros. Um policial e dois criminosos foram feridos. O PM deu entrada no Hospital Cristo Redentor, na zona norte de Porto Alegre, mas passa bem. O soldado Gleidson Fagundes Lopes, do 26º BPM de Cachoeirinha, foi atingido por um tiro na mão.

Após o confronto com a BM, os criminosos se esconderam em um mato. Dois deles, que estavam feridos, mas sem gravidade, foram encontrados em um bar na Morada do Vale 1, em Gravataí. Com ferimentos leves, a dupla foi encaminhada ao hospital da cidade. Após ser liberada, foi autuada em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio contra policiais, segundo o tenente-coronel Florivaldo Pereira Damasceno, responsável pelo CPM.

— Se tratava de um acerto de contas com outra facção criminosa por disputa de boca de fumo. Eles tinham ligação com o tráfico de drogas — afirmou o tenente-coronel.

Junto com os criminosos foram apreendidas uma calça e um colete da Polícia, um revólver calibre 38, um giroflex, celulares touca ninja e rádio comunicador. Outros dois criminosos continuam desaparecidos.

A BM não havia identificado nenhuma das quatro vítimas fatais até as 7h.


Foto: Dani Barcellos, Especial