ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

PM É BALEADO EM OCORRÊNCIA

ZERO HORA 11 de janeiro de 2013 | N° 17309

REAÇÃO A TIROS

PM é baleado em vila na Capital

Um policial militar foi baleado às 19h de ontem, quando realizava ação de patrulhamento na Vila das Laranjeiras, na zona norte da Capital. O disparo atravessou a coxa esquerda do PM, que foi atendido e passa bem, de acordo com o comando do 20º Batalhão de Polícia Militar.

O homem foi alvejado quando abordava três suspeitos na rua. Um dos homens teria sacado a arma e feito disparos. O PM reagiu, mas, até o começo da noite, não foi confirmado se acertou um dos criminosos. A Brigada Militar fazia, à noite, buscas na região para encontrar o trio.