ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

domingo, 3 de agosto de 2014

VIATURA DA POLÍCIA CIVIL É FURTADA E INCENDIADA

DIÁRIO GAÚCHO 03/08/2014 | 10h13

Viatura é furtada de delegacia de Santa Maria e incendiada. Corsa foi encontrado por um morador já em chamas



A ousadia dos bandidos ultrapassou barreiras em Santa Maria. Na madrugada deste domingo, eles furtaram uma viatura de dentro da garagem de uma delegacia e colocaram fogo no veículo.

Conforme a ocorrência registrada na Delegacia de Pronto-Atendimento da Polícia Civil (DPPA), às 4h, um homem informou ao Corpo de Bombeiros de Santa Maria que uma viatura da Polícia Civil estava pegando fogo na Avenida Liberdade, esquina com a Rua Aristides Lobo, no bairro Passo D'Areia. Quando os bombeiros chegaram ao local, o veículo já estava parcialmente queimado. Foram utilizados dois extintores para conter o fogo.

Equipes da Brigada Militar, Polícia Civil e Instituto Geral de Perícias (IGP) foram ao local e à Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA), de onde a viatura foi furtada.

Conforme a delegada titular da DPPA, Carla Dolores Castro de Almeida, o Corsa estava na garagem do prédio, uma casa antiga localizada na Rua Serafim Valandro, entre as ruas Silva Jardim e Vale Machado.

_ A perícia esteve no local e não encontrou indícios de arrombamento, mas ainda estamos investigando o que houve. Na sexta-feira, ocorreram reconhecimentos de adolescentes na delegacia e pode ser que eles tenham visto o funcionamento da casa.
É um prédio antigo, cheio de janelas. E a garagem pode ser destrancada se uma pessoa tiver acesso à casa _ afirmou a delegada.

O Corsa é o mais antigo das três viaturas da DPCA e era utilizada para serviços de rotina. A investigação deve continuar a partir de segunda-feira.


DIÁRIO DE SANTA MARIA