ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

BANDIDOS INCENDEIAM UPP DO LINS

 

O Estado de S. Paulo 23 Outubro 2014 | 08h 59 


 Thaise Constancio

Bandidos incendeiam UPP dos Lins, no Morro da Cachoeirinha. Após conflito entre polícia e traficantes, unidade é atacada e viatura apedrejada; objetos pertencentes aos policiais foram roubados


RIO - Pelo menos três pessoas ficaram feridas em confronto entre traficantes e agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Complexo do Lins, na zona norte do Rio. Depois, os bandidos atearam fogo em dois contêineres no Morro da Cachoeirinha, uma das favelas do conjunto, e apedrejaram uma viatura da PM. Objetos que pertenciam aos policiais foram roubados.


A troca de tiros aconteceu na noite dessa quarta-feira, 23, e o policiamento segue reforçado nesta quinta, 24. Um policial foi baleado no tornozelo, um adolescente de 17 ficou ferido no pé e um jovem de 22 anos também foi atingido. Outro menor de idade foi apreendido e encaminhado para a 25ª Delegacia de Polícia (Engenho Novo, na zona norte).