ALERTA: A criminalidade e a violência crescem de forma assustadora no Brasil. Os policiais estão prendendo mais e aprendendo muitas armas de guerra e toneladas de drogas. A morte e a perda de acessibilidade são riscos presentes numa rotina estressante de retrabalho e sem continuidade na justiça. Entretanto, os governantes não reconhecem o esforço e o sacrifício, pagam mal, discriminam, enfraquecem e segmentam o ciclo policial. Os policiais sofrem com descaso, políticas imediatistas, ingerência partidária, formação insuficiente, treinamento precário, falta de previsão orçamentária, corrupção, ingerência política, aliciamento, "bicos" inseguros, conflitos, autoridade fraca, sistema criminal inoperante, insegurança jurídica, desvios de função, disparidades salariais, más condições de trabalho, leis benevolentes, falência prisional, morosidade dos processos, leniência do judiciário e impunidade que inutilizam o esforço policial e ameaçam a paz social.

domingo, 2 de novembro de 2014

NA SEGURANÇA PRIVADA DE EMPRESÁRIO MORTO NO ASSALTO, PMS À PAISANA SÃO BALEADOS


Imagens mostram ataque a empresário em Canoas. Celso Antônio Vieceli foi baleado em frente ao portão de um condomínio no bairro Bela Vista

ZERO HORA 01/11/2014 | 20h12



Foto: Reproducao / Agencia RBS


As câmeras de segurança do condomínio onde Celso Antônio Vieceli foi assassinado, no bairro Bela Vista, em Canoas, podem ajudar a polícia nas investigações. As imagens mostram o momento exato em que o empresário da construção civil é baleado em uma tentativa de assalto. Vieceli estava no banco de passageiros do automóvel i30, em frente ao portão de entrada, quando foi surpreendido pelos assaltantes. Um adolescente de 16 anos, suspeito de fazer parte da quadrilha, também morreu na ação.


Especula-se que a ação tenha sido uma tentativa de levar o dinheiro transportado por Vieceli e seus dois seguranças, dois policiais à paisana, para pagamento de funcionários de uma obra. Os policiais também foram baleados, mas não correm risco de morrer.



ZERO HORA 31/10/2014 | 22h06

Empresário e jovem de 16 anos morrem durante tiroteio em Canoas. Adolescente é suspeito de integrar quadrilha que tentou roubar dinheiro que seria pago a funcionários do empresário



Dois PMs que estavam à paisana dentro do carro, junto com o empresário, também foram atingidos Foto: Divulgação / Polícia Civil


Um empresário não identificado e um jovem de 16 anos morreram em tiroteio no começo da noite desta sexta-feira em Canoas, na Região Metropolitana. De acordo com a Polícia Civil, dois PMs também foram baleados quando uma quadrilha tentou roubar o dinheiro que era transportado pelo empresário em um veículo, no bairro Bela Vista.

A vítima entrava em um condomínio de luxo quando foi abordada pelos criminosos. O dinheiro, que seria entregue para os funcionários do empresário, não foi levado. Segundo a Polícia Civil, os PMs atingidos estavam à paisana dentro do carro, junto com o empresário, e não correm risco de vida. O adolescente morto é um dos suspeitos de integrar a quadrilha.